ME DÁ LICENÇA - © KARIN HUECK

LICENÇA

PARENTAL NA ALEMANHA

 

Retratos de um país em (lenta) transformação.

Episódio 1:
Quem vai buscar os filhos na escola?
48% das mulheres alemãs trabalham meio período e apenas 6% das mulheres casadas ganham mais de 2.000 euros/mês. O resultado? Aposentadoras baixas
e uma das maiores penalidades maternas 
do hemisfério norte.
Episódio 2:
Cadê os pais?
Apesar de uma reforma que dá acesso igualitário a pais e mães à licença parental, a adesão dos homens ainda é baixa. Apenas um terço dos homens decide ficar em casa com os filhos e, em sua imensa maioria, por apenas 2 meses.
Faltam vagas em creches nas grandes cidades da Alemanha, um país onde a educação infantil universal só vale a partir dos 3 anos. E mais: muitos alemães ainda esperam que as mulheres parem de trabalhar quando se tornam mães.
Episódio 3:
E se não quiser
parar de trabalhar?